Polêmica às 09:20

Yasmin Brunet leva golpe em app de comida e perde valor altíssimo, veja quanto!

yasmin-brunet-nos-stories-em-preto-e-branco

Reprodução/Instagram

Yasmin Brunet fez um breve desabafo com os fãs depois de sofrer um golpe ao pedir comida por um aplicativo de comida, no Rio de Janeiro. A modelo contou que fez um pedido e o motoboy passou R$7,9 mil em uma máquina diferente da que ele havia mostrado com outro valor.

Veja+: Saiba o que a mãe de Yasmin Brunet diz sobre suposta gravidez da filha

“Ele me mostrou R$ 77 na tela do telefone dele, como se estivesse conectado na maquininha. Só que na tela da maquininha não aparecia nada, nenhum número. Eu senti que estava estranho, mas achei que estava noiada, porque isso nunca tinha acontecido comigo. Eu passei, coloquei a minha senha. Nunca, em hipótese alguma, coloquem seu cartão em uma máquina que não parece o valor”, disse Yasmin, falando que o valor chegou a passar e apitar na máquina.

Veja+: Gabriel Medina perde a paciência com o COB e situação viraliza na web

“Eu ouvi o bipe que tinha aceito, e ele virou e me falou que tinha dado cartão não autorizado e que eu ia ter que passar de novo. Eu falei: ‘Me mostra que deu não autorizado? Eu sei que passou, preciso que você me mostre’. Ele disse que eu tinha que pagar o valor da comida, que R$ 77 era o valor da taxa de entrega. Ele começou a enrolar, começou a tremer”, contou.

Depois das desconfianças de Yasmin, o entregador acabou indo embora. A modelo, então, resolveu ligar na operadora do cartão para ver se algo tinha acontecido. “Você acredita que o cara me roubou R$ 7,9 mil? Eu fiquei em choque quando a mulher falou que tinha passado R$ 7,9 mil”, desabafou.

TENTATIVA DE CONTATO COM O RESTAURANTE

Segundo Yasmin, ela tentou ligar no local onde pediu seu prato, mas até o número se tratava de um golpe. “Uma mulher atendeu e fingiu que estava trabalhando no restaurante que eu pedi a comida. Falei que era Yasmin e que o cara me disse que não ia conseguir me entregar. Ela pediu desculpas e perguntou se queria que enviasse outro prato”.

Dez minutos após o contato, o entregador chegou e não se identificou e nem tirou o capacete. “Sabe quando você sente que tem algo de errado? Ele chegou e começou a se explicar. Achei estranho. Ele ainda me perguntou o valor”.

Veja+: Yasmin Brunet se irrita e rasga o verbo para os haters

A modelo ainda contou que fez a compra no cartão de crédito, mas como digitou a senha na hora do pagamento, não tem como apenas cancelá-lo. “Como foi uma compra que eu fiz e botei a senha, é diferente do protocolo. Tudo é muito burocrático para devolver o dinheiro, mas quando é para dar o dinheiro eles aceitam em um segundo”, desabafou.

yasmin-brunet-desabafa-sobre-golpe-em-app-de-comida
Yasmin Brunet desabafa após golpe (Reprodução/Instagram)

COMO SE PREVENIR

O Procon-SP, órgão que protege consumidores, registrou aumento de 186% nas reclamações sobre golpes aplicados por entregadores de aplicativos de comida no período de janeiro a maio deste ano. 

Veja+: Yasmin Brunet desabafa sobre polêmica do COB e abre o jogo

Para evitar esse tipo de situação, o próprio órgão recomenda algumas medidas simples, mas importantes, para quando você faz pedidos por aplicativos de entrega.

Veja quais são elas:

  • Não fazer pagamento em máquina com o visor quebrado ou que não permita a leitura completa dos dados. Ou seja, cheque sempre o visor antes de fazer o pagamento;
  • Conferir o valor da compra e, de preferência, pagar somente no aplicativo;
  • Não passar os seus dados por telefone;
  • Desconfiar caso o entregador informe que é necessário pagar algum valor extra;
  • Caso tenha alguma dúvida, deve entrar em contato com o local onde pediu a comida.

No caso de pedidos por esse tipo de aplicativo, o Procon-SP ainda recomenda que o consumidor procure, sempre que possível, fazer o pagamento na hora do pedido, de forma online. Dessa maneira, ele evita pagar na hora da entrega, que é o momento em que esse tipo de golpe é aplicado. Além disso, o diretor do órgão afirmou que o consumidor precisa “lembrar que não existe taxa de entrega ou outra taxa extra”. Qualquer ocorrência deve ser comunicada à empresa.

GOLPE EM APLICATIVOS

Além de Yasmin Brunet, outros famosos também já sofreram golpes em aplicativos. Apesar da modelo ter sido roubada em um app de comifa, muitas celebridades já foram enganadas no próprio Whatsapp. Não só isso, muitos criminosos se aproveitam para aplicarem crimes utilizando da imagem de artistas para se aproveitarem dos fãs.

Algumas das estrelas mais conhecidas do público foram vítimas de tal armação, e nós do OFuxico separamos sete delas para vocês. Veja!

ISIS VALVERDE

A vítima mais recente a sofrer com o golpe, Isís Valverde avisou as seguidores que teve seu nome envolvido na última quarta-feira (8), usando dos Stories de seu perfil no Instagram para avisar que os golpistas afirmaram que a artista realizaria uma festa e seria necessário confirmar presença clicando em um link, que rouba todas as informações da conta de WhatsApp.

“Estou aqui hoje para falar de uma coisa super chata que está acontecendo. Tem pessoas entrando em contato usando o meu nome, dizendo que vou dar uma festa, um encontro, e que eles vão mandar um link. A pessoa precisa confirmar presença clicando nesse link. Gente, clicando nesse link, eles roubam o WhatsApp da pessoa com todos os dados. Uma coisa super chata. Não aconteceu nem com uma, duas, três, nem quatro, mas com muito mais”, disse ela.

“Tomem cuidado”, pediu ela.

MARCELO SERRADO

Marcelo Serrado foi a vítima da vez, tendo seu nome usado em um golpe similar ao de Isís, na qual disseram que ele compareceria a um falso evento.

“Um tal de Roberto de SP está usando meu nome para uma festa dia 27/02 no hotel Copacabana Palace! É fake! Cuidado”, está escrito em uma publicação do ator no Instagram.

“Se você passar o contato, ele rastreia seus dados! Não caia nessa! Estão fazendo isso com outras pessoas também! Usando nome de outros artistas!”, escreveu ele na legenda para complementar o post.

NATHALIA DILL

Nem a nossa ex-Fabiana de A Dona do Pedaço escapou de ter seu nome envolvido na armação, também usando seu Instagram para dar um alerta aos internautas em novembro.

O golpe segue a linha do de Marcelo e Isís, na qual golpistas pedem para as vítimas marcarem presença em um evento com a atriz e com isso conseguem clonar o número de Whatsapp.

“Aviso! Estão ligando em meu nome para convidar para um evento. Não confirmem! Eles querem clonar o WhatsApp e pedir dinheiro”, escreveu a artista.

Em seguida, a global ressaltou.

“É golpe! Não confirmem nenhum código e nunca digam sua senha”, disse.

CELSO PORTIOLLI

Não foram só os atores que viram suas imagens estarem associadas ao crime, e Celso Portiolli foi mais um famoso usado por criminosos para enganar as pessoas na internet.

“Atenção, pessoal, novo golpe! Tão olhando aí nas pessoas que eu sigo, pegando os contatos comerciais no perfil dessas pessoas que eu sigo – tem muitas que são profissionais e tem telefones de contato ali – e estão ligando, dizendo que eu estou fazendo evento e uma festa. É mentira!”, informou o apresentador.

Ele ainda explicou um pouco como que o golpe funciona. “Aí elas pedem para confirmar o convite através do PIN do WhatsApp. Na verdade, o que elas querem é roubar os seus dados. Não passe nenhuma informação de números que você receber através de SMS. Não passe! Tome muito cuidado porque são bandidos querendo roubar os seus dados”, afirmou.

Por fim, ele voltou a dizer que não estava realizando nenhum evento. “Essa é uma nova modalidade de golpe. Não tô fazendo festa, e ninguém é meu convidado!”, finalizou.

Luciele Di Camargo

Um dia após Celso Portiolli informar ter sido vítima do golpe do Whatsapp, Luciele Di Camargo usou as suas redes sociais para alertar os fãs que também foi vítima.

Em sua conta no Instagram, a atriz compartilhou alguns vídeos, em que aparece explicando a situação.

“Estão usando o meu nome para convidar algumas pessoas para uma festa no Rio de Janeiro com tudo pago, inclusive hospedagem e transporte. Não estou convidando ninguém, estão apenas usando o meu nome, falando que é um assessor meu. Não aceite, não envie código, não clique no link enviado por WhatsApp”, disse ela.

Na legenda da publicação, Luciele mostrou sua indignação.

“É cada uma viu”, escreveu ela.

LUANA PIOVANI

Nem Luana Piovani escapou de ver sua imagem associada à esta situação, e próximo ao Natal, ela usou as redes sociais para alertar tanto seus seguidores quanto seus amigos.

Por meio do Instagram Stories, a atriz explicou que passaria o Natal em Portugal, onde mora atualmente, e relatou que alguns de seus conhecidos vinham recebendo uma mensagem avisando que ela estaria voltando para o Brasil durante o final do ano, e com isso, ela gostaria de promover um jantar com eles e precisariam, então, confirmar um número.

“Amores, só para avisar que mais um golpe brasileiro. O pessoal usando a criatividade para o mal. Estão ligando para os meus amigos e dizendo que eu estou voltando de Portugal, com saudades dos amigos, e que estou promovendo um jantar, e pedem para você confirmar um número e assim eles bloqueiam o seu WhatsApp e depois irão fazer chantagens a respeito. Então, por favor, saibam que é mentira, eu vou passar o natal aqui, não tem jantar nenhum meu”, explicou ela na época.

ANA HICKMANN

Mais uma apresentadora a ser envolvida no caso, Ana Hickmann teve seu nome envolvido no dia 13 de dezembro, alertando os seguidores em uma série de Stories do Instagram.

“Acabo de descobrir que alguns meus tiveram seus celulares clonados. Tem um cara, uma pessoa que está ligando no telefone de todo mundo dizendo que eu tô fazendo um evento no dia 20 de dezembro, festa de final de ano… Está ligando como meu assessor e pedindo para passar um código de seis dígitos por WhatsApp”, explicou o que está sendo feito.

“Não faça isso, isso é caô, é trote, vão clonar o telefone de vocês e não sei o que mais podem fazer”, avisou ela.

Por fim, Ana informou que precisou ligar para a empresa do aplicativo para avisar sobre o ocorrido e que seu WhatsApp já está bloqueado.

LEXA

Também no início de dezembro, Lexa foi mais uma vítima, só que de um modo mais “profissional”, pois até mesmo uma imitação da cantora falando foi feita.

”Acabei de chegar no Brasil e eu estou em choque. O que é mais bizarro é que entraram em contato com pessoas muito certeiras. Como foi que conseguiram o telefone? Acho que clonaram, não sei. Mas sei que a gente já descobriu várias coisas e não vai ficar por isso, não. Isso não aconteceu só comigo, não, já aconteceu com vários artistas. Não caiam nesse golpe, gente. O povo não me deixa ter um dia de paz. Eu só quero um dia de paz, só isso”, disse ela.

A equipe da estrela chegou a emitir um comunicado oficial.

“Vimos por meio deste informar que a artista Lexa está sendo vítima de um golpe. No dia 02/12/2019, diversas pessoas receberam mensagens de alguém que está se passando pela cantora, solicitando que seja realizado um depósito na conta de um fornecedor no valor de R$200.000”, dizia o comunicado.

Em seguida, o texto explicou como o golpe é aplicado.

“A mensagem vem acompanhada de um áudio com voz semelhante à da artista, bem como de vídeos dela dentro do avião e um print contendo suposto bloqueio de conta. Esclarecemos que se trata de um golpe. A artista está impossibilitada de mandar mensagens, atender ligações ou solicitar qualquer tipo de favor ou serviços, eis que está em viagem e, ainda que estivesse acessível, não solicitaria qualquer demanda nesse sentido”, disse.

A equipe da cantora também afirmou que as medidas cabíveis já estão sendo tomadas. No Instagram, Lexa contou que um conhecido seu chegou a cair no golpe.

“Eu estou muito triste com isso! Meu compadre caiu no golpe e estou devastada! Por que meu Deus? Por que tirar dos outros algo que não é seu? Por que fazer isso? Estamos correndo atrás de tudo. Isso é crime”, declarou.

Lexa publicou comunicado oficial para avisar de golpe no Whatsapp a envolvendo
Lexa publicou comunicado oficial para avisar de golpe no Whatsapp (Reprodução/Instagram)