Cinema e Série às 17:00

Netflix sofre processo na Coreia do Sul após sucesso de ‘Round 6’

front man de round 6 em cena da série olhando o jogo
Reprodução/Youtube/Canal Netflix Brasil

É inegável o sucesso que a série “Round 6” está fazendo entre os assinantes da Netflix não só no Brasil, mas também no mundo inteiro, inclusive no país de origem da atração, a Coreia do Sul.

Por conta do boca a boca e sucesso de audiência, a série figurou no Top 10 de produções mais assistidas do mundo inteiro no serviço de streaming, porém, a plataforma acabou sofrendo um processo na Coreia por conta disso.

De acordo com informações da Reuters, na última sexta-feira, 1º de outubro, o provedor de internet SK Broadband está cobrando os custos de manutenção decorrentes da explosão de tráfego na rede.

O texto oficial da reclamação ocorreu depois que um tribunal de Seul reconheceu que a Netflix deveria dar alguma compensação “razoável” à provedora de internet pelo uso intenso da transmissão para assistir à série.

A polêmica acabou chegando à Assembleia Nacional da Coreia do Sul, com vários parlamentares se manifestando a favor da tese de serviços de streaming pagarem por sobrecargas decorrentes da prestação do serviço.

Veja+: ‘Round 6’ gera confusão com telefone já existente

E email enviado à emissora de televisão CNBC, a Netflix prometeu analisar as reclamações da empresa, e um porta-voz afirmou que a plataforma “continuará buscando um diálogo aberto e explorando maneiras de trabalhar com a SK Broadband para assegurar uma experiência de streaming sem interrupções para nossos clientes em comum”.

Vale lembrar que a SK Broadband transmite os conteúdos da Netflix desde 2018, quando o serviço de streaming optou por usar uma linha dedicada de sinal de banda larga para transmitir conteúdo de alta definição em massa.

SÉRIE MAIS VISTA DA NETFLIX

A série sul-coreana “Round 6” está fazendo história desde seu lançamento. Segundo Ted Sarandos, o chefe de programação da Netflix, a série pode se tornar a produção original mais vista da história da plataforma “caso os números de suas primeiras semanas se mantenham firmes”.

A declaração foi dada durante a palestra de Ted Sarandos no evento Code Conference, em Bervely Hills. O sucesso inicial de uma série na plataforma de streaming é medido de acordo com quantas contas a acessam nos primeiros 28 dias após seu lançamento.

Veja+: Round 6, nova série da Netflix, é acusada de plágio

A palestra aconteceu no dia 28 de setembro, apenas 11 dias depois da estreia de “Round 6”. Na conferência, Sarandos também exibiu o top 10 oficial de séries originais mais vistas na Netflix. Confira:

  1. Bridgerton, 1ª temporada (82 milhões)
  2. Lupin, parte 1 (76 milhões)
  3. The Witcher, 1ª temporada (76 milhões)
  4. Sex/Life, 1ª temporada (67 milhões)
  5. Stranger Things, 3ª temporada (67 milhões)
  6. La Casa de Papel, Parte 4 (65 milhões)
  7. Tiger King, 1ª temporada (64 milhões)
  8. O Gambito da Rainha (62 milhões)
  9. Sweet Tooth, 1ª temporada (60 milhões)
  10. Emily in Paris, 1ª temporada (60 milhões)

“Round 6” gira em torno de um grupo de pessoas que se submetem a jogos mortais inspirados em brincadeiras clássicas infantis a fim de obter a gigante quantia de dinheiro no final.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS:
Corpo de Caike Luna será velado e cremado em Maringá
Mariana Lima assume casamento aberto e relacionamento com mulheres
Domingão de quem? Nome de Faustão aparece no final do programa de Huck
Marcos Mion diz que era proibido de exibir tattoo de Nossa Senhora na Record
Atriz de 36 anos morre durante sono ao ser atingida por ‘bala perdida’