Coronavírus às 12:00

Arnold Schwarzenegger ataca os negacionistas da Covid-19

Reprodução/Instagram

Arnold Schwarzenegger cutucou os negacionistas em uma nova entrevista e confessou que está ‘preocupado com o futuro’ após a pandemia da Covid-19.

O ator de 74 anos rcriticou aqueles que estão ‘vivendo em negação’ e que não acham que precisam tomar precauções contra o coronavírus, e chamou aqueles que se recusam a usar máscaras ou serem vacinados de ‘idiotas’.

O ator escreveu um artigo para a revista literária The Atlantic no qual ele disse que a resposta à pandemia, particularmente nos Estados Unidos, foi ‘egoísta’.

Ele escreveu: “Nosso país tornou-se grande porque cada geração antes de nós sabia que a liberdade e o dever andam de mãos dadas. Estou preocupado porque muitos de meus colegas americanos já perderam isso de vista. Quando vejo a resposta a esta pandemia, realmente me preocupo com o futuro do nosso país. Perdemos mais de 600.000 americanos para a Covid-19. Somos realmente egoístas?”.

Veja+: Filho de Schwarzenegger estreia no cinema

Schwarzenegger admitiu que pode ter ido longe demais com sua redação inicial, mas disse que ficou chocado ao descobrir que muitas pessoas não acreditam que tenham qualquer ‘responsabilidade’ para com seus ‘concidadãos’.

“Admito que chamar as pessoas de idiotas e dizer ‘Dane-se a sua liberdade’ foi um pouco demais, mesmo que eu mantenho esse sentimento. Mas não há nada que me apaixone mais do que manter a América excelente, e é o único assunto que pode me fazer perder a paciência. Mas algumas das respostas realmente me preocuparam. Muitas pessoas me disseram que a Constituição lhes dá direitos, mas não responsabilidades. Eles não sentem o dever de proteger seus concidadãos. Foi quando percebi que todos nós precisamos de uma aula de educação cívica. Não posso ajudar, mas me pergunto o quão melhor estaríamos se os americanos dessem um passo para trás da política e passassem um minuto pensando sobre como temos sorte de chamar este país de casa.”.

O ator fez um apelo para as pessoas ouvirem os especialistas quando se trata de crise de saúde:

“Um ano e meio depois, ainda estamos em uma bagunça e ainda há pessoas vivendo em negação, ainda há pessoas que não acreditam em máscaras, ainda há pessoas por aí que dizem: ‘Bem, não temos que fazer distanciamento social ‘e todo esse tipo de coisa. Acho que as pessoas deveriam saber que tem um vírus aqui, ele mata gente. E a única forma de prevenir é vacinarmos, usar máscaras, fazer distanciamento social, lavar as mãos o tempo todo”.

Veja+: Filha de Arnold Schwarzenegger não quer mostrar netinha do ator

SÉRIE DE ESPIÃO NA NETFLIX

Arnold Schwarzenegger vai estrear em breve na Netflix em sua série de espionagem. O ator fechou contrato com a plataforma para um novo projeto para a televisão, segundo indicou a revista Deadline.

O astro de Exterminador do Futuro, de 73 anos, prepara seu primeiro projeto na TV: uma série de aventura de espiões ainda sem título, que foi comprada pelo serviço de streaming.

Arnold protagonizará junto à atriz americana Monica Barbaro, de 30 anos, a série de oito episódios de uma hora de duração.

Veja+: Arnold Schwarzenegger é vacinado contra a Covid-19

O seriado está centrado na história de pai e filha, interpretados pelos dois, respectivamente, que descobrem que ambos estão trabalhando em segredo como agentes da CIA.

“Eles se dão conta de que toda sua relação é uma mentira e que realmente não se conhecem. Obrigados a se unirem como sócios, nossa série aborda a dinâmica familiar universal em um contexto global de espiões, ação e humor fantásticos”, diz um comunicado da Netflix.

Schwarzenegger também será o produtor executivo do programa. Ainda não se sabe quando vai estrear e quando começarão as filmagens.

Veja+: Namoro de Schwarzenegger com fisioterapeuta já dura 7 anos