Morte às 01:07

Luisa Sonza chora em homenagem a Marília Mendonça

Luisa Sonza chora em homenagem a Marília Mendonça

Foto: Reprodução/Globo

Na noite deste domingo, 7 de novembro, Luciano Huck recebeu amigos de Marília Mendonça para prestar homenagem à cantora, morta após uma acidente de avião no interior de Minas Gerais. Luisa Sonza estava visivelmente abalada durante todo o programa, mas não deixou de falar e até cantou para a sertaneja.

Ao lado de Tierry, Padre Fábio de Melo, Naiara Azevedo, Paula Fernandes e mais artistas, a gaúcha foi convidada a definir a importância da intérprete de “Supera” para a música brasileira. Então, Luisa falou da relevância de Marília para as mulheres e da forma com a cantora se tornou um ícone para outras celebridades poderem falar da forma que queriam sobre seus sentimentos. Tudo isso com muita leveza.

Leia+: Cartunistas e ilustradores fazem homenagens a Marília Mendonça

“Eu amo como a Marilia foi objeto de mudança com leveza. Eu não queria ter perdido isso na música brasileira. Eu perdi uma amiga, uma ídola, uma colega de trabalho. Isso me dói demais.”, lamentou.

Como esperado, Luisa também não pode falar do aspecto feminista da carreira de Marília Mendonça e de sua importância para a luta de outras mulheres na música.

Leia+: Irmão caçula de Marília Mendonça faz homenagem inusitada à irmã

“Como a gente disse, ela fez essa coisa pelas mulheres e isso tem um propósito tão grande na minha carreira. E eu enxergava ela fazendo de uma maneira… A Marília não cantava sertanejo, não cantava pop, não cantava para um público (…). Ela cantava para gente. [Perdemos] uma artista que canta para gente”, continuou.

“TODO MUNDO VAI SOFRER”

Anitta também marcou presença no Domingão. Ela cantou “Todo Mundo Vai Sofrer” e prestou a homenagem durante o programa.

Na apresentação, Anitta afirmou que a música traduz o sentimento dos fãs e do país como um todo, que perdeu uma das maiores vozes da música contemporânea. Aliás, a maior voz, como mostrou o Spotify durante a tarde, quando ela se tornou a artista mais ouvida do planeta.

“A gente está aqui para se despedir dessa pessoa que era uma grande amiga. Eu vou nesse momento cantar uma música que acho que o refrão traduz muito o que a gente tá sentindo agora, o Brasil inteiro”, afirmou a poderosa.

Leia+: Murilo Huff estaria no avião com Marília Mendonça

Em seguida, Anitta resumiu quem era a Rainha da Sofrência em algumas palavras. Pela quantidade de músicas cantadas e pelo sucesso estrondoso que a sertaneja fazia em todo o país, a poderosa afirmou que ela se tornou um ‘patrimônio’ da nossa música.

“Espero que todo mundo cante comigo e isso ajude a gente a relembrar do grande talento e de todas as músicas incríveis, os presentes que a Marília Mendonça deixou para gente. É isso que ela é, um patrimônio do Brasil, um presente do Brasil!”, definiu.

Leia+: Silêncio na TV marca homenagem de empresa a Marília Mendonça

Após a apresentação da música, que diz num verso “Ninguém vai sofrer sozinho, todo mundo vai sofrer”, Anitta falou mais um pouco sobre a amiga. Em sua declaração, falou de amizade e da pessoa gentil, talentosa e bondosa que a goiana era.

TRAJETÓRIA

Marília Mendonça era intitulada como A Rainha da Sofrência, uma das maiores artistas brasileiras, que fez a música sertaneja cantada por mulheres ganhar o topo do sucesso em nosso país.

Aos 12 anos, ela já era compositora. Escreveu “Minha Herança”, “É Com Ela Que Estou”, gravada por Cristiano Araújo e duas gravadas por Henrique & Juliano: “Até Você Voltar”e “Cuida Bem Dela”.

Leia+: Cartunistas e ilustradores prestam homenagens a Marília Mendonça

O primeiro DVD (2015) disparou os sucessos “Sentimento Louco” e “Infiel”. No ano seguinte, gravou inéditas e teve o DVD todo gravado Em Manaus, no Sambódromo local.

Em março de 2017 veio o segundo projeto completo, “Realidade”, que contou com mais sucessos, como “Amante Não Tem Lar” e “De Quem É A Culpa”. O DVD “Todos Os Cantos” saiu em 2019 e foi novamente um hit, chegando ao topo das listas no Brasil.

Neste ano de 2021, Marília se juntou com Maiara e Maraísa, formando o projeto “Patroas”. Elas estavam se apresentando juntas em vários programas de TV e já tinha agenda de shows confirmados para uma turnê em 2022.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS
Crianças da Cidade de Deus são aprovadas para o Balé Bolshoi
Marília Mendonça domina o Spotify no Brasil e no mundo
Marília Mendonça recebe troféu de Cantora do Ano no Prêmio Multishow
Irmão caçula de Marília Mendonça presta homenagem inesperada para a cantora
Anitta questiona religião após morte de Marília Mendonça