Notícias às 06:52

Aos 90 anos William Shatner, o capitão Kirk de Star Trek, viaja ao espaço

William Shatner, o capitão Kirk de “Star Trek”

William Shatner, o capitão Kirk de “Star Trek” -Foto: Grosby Group

“Ouço falar do espaço há muito tempo já. Aproveitarei a oportunidade de vê-lo por mim mesmo. Que milagre”, declarou o ator de 90 anos, em um comunicado enviado  pela equipe do voo suborbital da Blue Origin.

Não será o primeiro voo de Bezos pelo espaço. Em julho ele voou na  New Shepard para 107 quilômetros acima do deserto do Texas a bordo em uma viagem vitoriosa que retornou a Terra sem nenhum imprevisto.

O comunicado relembrou que a aviadora pioneira Wally Funk, de 82 anos, que esteve no voo de julho foi a pessoa mais idosa a chegar ao espaço. Agora o ator de “Star Trek” quebrará seu recorde.

William Shatner interpretou o capitão James T. Kirk na série de tv “Star Trek” pela primeira vez em 1966. Desde então seu personagem se transformou em fonte de inspiração para muitos astronautas da Nasa. Ele também deu vida ao Capitão Kirk em sete longas-metragens.

Leia + Inacreditável: Ator de “Star Trek” vendeu seu cálculo renal por US$ 25 mil

William Shatner, o capitão Kirk de “Star Trek”
William Shatner, o capitão Kirk de “Star Trek” -Foto: Divulgação

FLUTUANDO NO ESPAÇO

Em julho deste ano Jeff Bezos se tornou o segundo bilionário a viajar para o espaço. Ele viajou no primeiro lançamento da New Shepard que aconteceu em um deserto no oeste do Texas, nos Estados Unidos e viajou acompanhado do irmão Mark Bezos, de 53 anos, da aviadora veterana Wally Funk, de 82 anos, e do jovem holandês Oliver Daemen, de 18.

O voo inaugural ultrapassou a linha de Kármán, usada para definir o limite entre a atmosfera terrestre e o espaço, e os quatro tripulantes puderam desfrutar de alguns minutos sem sentir a gravidade, flutuando sem cinto de segurança.

O homem mais rico do mundo fundou a Blue Origin em 2000, seis anos após fundar a Amazon. A proposta do projeto era tornar os voos espaciais mais baratos e acessíveis, ideia que encantou outros bilionários como Elon Musk, fundador da SpaceX, e Richard Branson, da Virgin Galactic. No futuro o projeto de Jeff Bezos pretende ainda criar estações espaciais orbitais.