Notícias às 08:22

Em live com Mion, Luciano Huck revela ansiedade para estreia do Domingão: ‘Tive angústia’

Print live Luciano Huck e Marcos Mion

Reprodução/Instagram/@lucianohuck

O sábado, 28 de agosto, foi de muita emoção para Luciano Huck. O apresentador se despediu do “Caldeirão” para se preparar para uma nova etapa em sua vida, o de comandar o “Domingão” a partir da próxima semana.

Nas redes sociais, Huck realizou uma live com Marcos Mion para lhe “passar o bastão”.

Huck contou: “Hoje eu estou meio nu, meio despido. Eu não sou uma pessoa ansiosa, mas dormi mal, tive uma dor de barriga, uma angústia no peito. Por mais que seja um ciclo lindo começando, é o final de um ciclo, também é meu aniversário essa semana, um monte de emoções misturadas. E somos um time, fizemos 1089 programas juntos e é entender que semana que vem não tem mais. As melhores coisas da minha vida aconteceram nesses 21 anos. Acho que a vida vem em ciclos e você tem que saber encerrar para abrir novos. Os próximos 20 anos não vão ser iguais aos últimos 20, mas hoje que caiu a ficha.”

Luciano ainda elogiou Mion: “Estou muito feliz por você, é um cara muito espontâneo, verdadeiro e foi amadurecendo com a vida. Eu sei e você já deixou claro o quanto gostaria de estar onde está. E isso é incrível porque hoje as pessoas têm vergonha de celebrar as coisas boas. Fiquei muito feliz por você, acho mais do que merecido. O sábado é um dia de diversão. Talvez eu tenha ido para um lado mais de emoção, mas você resgata o que foi o Chacrinha antes da gente, que era pela diversão.”

Confira como foi o papo:

A DESPEDIDA DO CALDEIRÃO DO HUCK

No sábado, 28 de agosto, o “Caldeirão do Huck” chegou ao fim. Antes de Luciano Huck assumir definitivamente o domingo, no próximo dia 4 de setembro, a edição final de um ciclo de 21 anos e quatro meses começou com a sensação de nostalgia e despedida.

A trajetória de Huck no comando do programa iniciou-se no dia 8 de abril de 2000. Desde então, vários formatos, vários quadros, muitas emoções e brincadeiras, diversos shows fizeram parte do palco da atração, que passa ser apresentada por Marcos Mion sob o nome “Caldeirão” apenas.

No início, uma contagem regressiva tomou conta da tela até chegar ao primeiro “loucura, loucura, loucura” do “Caldeirão do Huck”, passando, então, para os dias atuais, filmando o comunicador no camarim para gravar a sua última aparição aos sábados.

“Vai ser muito estranho o ‘Caldeirão’ sem o Luciano Hulk [risos]. Como eu vou identificar que é sábado?”, brincou uma internauta.

Foram 21 anos de transformação. A vida são ciclos, você tem que ter a sabedoria de abrir, de viver e de encerrar eles. Esse ciclo que se abriu em 8 de abril de 2000 e se encerra agora em 28 de agosto de 2021 foi maravilhoso. Acho que a gente coloca um ponto final com a sensação de missão cumprida e muita felicidade.

Ao longo do programa, mais seguidores manifestaram suas emoções em relação ao fim de um era. Saudosistas, algumas pessoas relembraram quadros que ficaram marcados no projeto, como o “Soletrando” e “Acorrentados”, citando ainda as versões que aconteciam no verão, em alguma praia brasileira.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS

Grazi Massafera confirma fim de namoro com Caio Castro

Gil do Vigor deixa o Brasil e ganha declaração de amor do namorado

Viúva de MC Kevin quer ser DJ

Bruna Marquezine e outros famosos se unem em prol de refugiados

Ed Sheeran presenteia Elton John com pênis gigante