Notícias às 14:14

Galisteu assume ostentação: ‘Ia jantar em Paris e voltava’

Adriane Galisteu com uma rosa vermelha nos cabelos

Adriane Galisteu com uma rosa vermelha nos cabelos (Foto: Reprodução Instagram)

Arrasando no ar como apresentadora do “Power Couple”, Adriane Galisteu participou de uma entrevista no canal de Leda Nagle, no YouTube, e entre muitas curiosidades, falou que mudou. E muito. Inclusive no que se refere a ostentação. A loira detalhou que sua relação com o dinheiro mudou nos últimos anos graças ao seu marido, Alexandre Iódice, com quem é casada desde 2010.

“A chegada do Alexandre na minha vida me caiu uma fichona. Eu arrumei um homem que bota rumo na minha vida assim. Bota o meu pé no chão. É um cara que não é deslumbrado com a minha história”, disse ela.

A apresentador, que já está confirmada na próxima edição de “A Fazenda”, destacou que o estilista é um batalhador.

Veja+: Jojo Todynho se irrita com Adriane Galisteu

“Ele me admira, mas ele não é deslumbrado. Ele é um cara que rala, que trabalha com a família dele também. Acorda cedo, volta tarde… Então, a gente tem uma vida bem normal. E isso é uma coisa que eu não tinha”, contou.

A mãe de Vittorio, de 10 anos, revelou como era a sua vida no passado neste sentido e contou alguns exageros que já fez.

“Eu tinha vida bem de estrela, de artista. Eu tinha um monte de gente atrás de mim. Gastava um dinheiro louco. Saía dinheiro pela janela, saía dinheiro pelo ralo, ia saindo dinheiro e eu não contava dinheiro. E a coisa ia indo”.

“E hoje eu tenho uma vida de pagar conta, saber quanto entra, saber quanto sai, apesar de eu ser péssima nisso. Mas, eu sou uma mulher muito mais contida. Sei o valor das coisas. Não que eu não soubesse antes, mas tinha uma trava”, explicou.

Veja+: Power Couple alcança maior audiência da temporada

‘Trauma de pobre’

À Leda Nagle, Adriane Galisteu, enfatizou que seu comportamento tinha um motivo e falou sobre o que acha que a levou a ficar daquele jeito.

“Era meio trauma de pobre também. Porque quando você foi muito pobre, você tem vontade de fazer as coisas. Eu tinha tanta vontade de viajar e eu, assim, continuo com essa vontade”, explicou.

“Eu viajava assim: ‘Tenho três dias. Mãe, vamos para Londres?’. E Levava mais quatro comigo e ia todo mundo de primeira classe… Eu fazia essas coisas. Eu ia jantar em Paris e voltava… Mas eu vivi, me diverti”, admitiu.

Martelo batido

Com a saída de Marcos Mion, da Record TV, criou-se a dúvida sobre quem seria o novo apresentador ou apresentadora de A Fazenda. Porém, de acordo com o colunista Flavio Ricco, do R7, a escolhida foi Adriane Galisteu.

Cogitava-se a possibilidade de ser Caio CastroLuciano Szafir, que recentemente testou positivo para Covid-19, mas o martelo foi batido com Adriane Galisteu.

De acordo com a publicação, o bom desempenho de Adriane Galisteu foi fundamental. A Record ainda não se pronunciou oficialmente, mas deve fazer isso em breve.

O novo contrato, que passará a estipular essa sua nova obrigação, será assinado na segunda-feira (28). Com o acordo, Adriane Galisteu quebra uma barreira em “A Fazenda” e será a primeira apresentadora mulher de um dos carros-chefes da emissora.

Vale lembrar que antes de Marcos Mion, Britto Jr e Roberto Justus também apresentaram o reality show.