Notícias às 15:30

Latino vai ajudar Pamella Holanda financeiramente

(Foto: Divulgação e Reprodução/ Instagram)

Convidado do programa “Domingo Legal”, exibido neste domingo, 25 de julho, no SBT, Latino causou com uma declaração à Celso Portiolli. O cantor apresentava seu novo trabalho, que teve participação do DJ Ivis, preso por conta das agressões à ex-mulher, Pamella Holanda. E deixou explícita sai indignação ao crime cometido pelo ex-parceiro profissional.

Portiolli comentou sobre um vídeo que Latino postou reclamando dos custos emocionais e financeiros que teria para refazer o clipe, após polêmica do DJ Ivis

“A gente repudia veementemente esse tipo de conduta”, disse o artista.

Apesar da indignação com o ocorrido, Latino elogiou o lado profissional do produtor musical e revelou que que irá doar o percentual de lucro para Pamella Holanda.

“Ela passa a ser sócia da música. Ela sofreu esse tipo de situação, enfim, a gente decidiu ceder a parte que seria do Ivis para o sustento da filha da Pamella, pra ela tentar se reerguer. Uma atitude que a gente teve de forma muito altruísta e de poder colaborar com a situação dela”, disse Latino para Portiolli.

PREUÍZO DE R$ 300 MIL

Latino teve prejuízo de R$ 300 mil após cancelamento de clipe com DJ Ivis. O cantor acabou sofrendo no bolso com a prisão do músico e terá que arcar com o prejuízo.

“Vamos refazer o clipe mediante a esse transtorno, refazer toda a história de marketing. A gente já estava com tudo alinhado, inclusive, com a própria Sony. Ele era meu convidado, a música é minha. Tivemos que excluí-lo do clipe é um prejuízo incalculável mas, como eu disse, é pequeno perto do que Pamela sofreu. Infinitamente pequeno. Conversando com meus investidores e empresários decidimos refazer o trabalho”, contou.

PRESO E COM DOIS HABEAS CORPUS NEGADOS

DJ Ivis está preso desde o dia 14 de julho. Atualmente ele está em um presídio de segurança máxima no Ceará e teve dois pedidos de habeas corpus negado negados pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ). 

O músico aguarda a conclusão do inquérito e um julgamento.

Áudios que viralizaram na web na noite quinta-feira, dia 22 de julho, mostram Pamella Holanda e DJ Ivis. Na conversa, Pamella diz que o músico se resume só a fama e ao dinheiro que ele tem e diz que seria melhor sumir do que viver ao lado dele. Após um corte, os dois falam sobre uma possível saída de Ivis da casa.

“Se tu sair, eu me mato e mato a Mel. Tô falando sério, não tenho mais nada a perder”, diz ela, citando a filha.

“Você vai se matar e matar sua filha sem eu ter culpa de nada”, responde DJ Ivis.

“Quero ver se você sai daqui”, diz Pamella em seguida. 

Veja+: Sony rompe com DJ Ivis

Nesta sexta-feira, dia 23, diante da repercussão dos áudios, a circular na web, a advogada da arquiteta se pronunciou sobre o caso. Ela afirmou que o produtor de forró eletrônico manipulou o conteúdo.

“Colocam fora de contexto e é obvio que ele, sabendo que estava sendo gravado tudo por ele mesmo, age como quer de modo a parecer que é a vítima”, disse a equipe jurídica de Pamella. 

DESABAFO

Após a repercussão dos áudios, na última sexta-feira, 23 de julho, Pamella Holanda fez um doloroso desabafo em suas redes sociais. Ela, que expôs na internet vídeos em que aparecia sendo agredida fisicamente pelo ex-marido, o DJ Ivis, chorou durante o relato.

Veja+: Irmã de Pamella Holanda dá importante relato sobre prisão de DJ Ivis

Em seus stories, Pamella relatou a difícil situação que enfrenta ao ter sido despejada da casa em que vivia com a filha, propriedade de Ivis, além de também ter sido deixada sem assistência financeira nenhuma após ter realizado as denúncia contra o ex-marido.

“Primeiro ele nos deixou sem dinheiro, depois ele nos deixou sem casa de propósito, eu e minha filha. Agora ele quer que todos acreditem que sou louca, e depois ele vai querer tirar minha filha de mim. Ele me quer sem nada. Quem não tem nada quer que o outro também não tenha nada. “, começou ela ao mostrar uma foto em que todas os seus pertences e o da filha apareciam empacotados do lado de fora de uma casa.

Veja+: Além das agressões, Pamella Holanda revela ameaça de morte

“Eu gravava tudo porque sabia que um dia iria precisa provar quem ele é, ele sempre me ameaçou com gravações, com vídeos, com meu passado, inseguro, doente, psicopata…Nem eu nem sua filha tem culpa do que você escolheu ser. Nem do seu passado, nem dos seus traumas. Eu te dei a única coisa boa e perpétua da tua vida. Nem mil cartas apagam tudo que você me fez e tenta fazer”, disse Pamella.

“Deus é comigo, e essa guerra você é quem insiste em ter razão, você só perde cada vez mais. Você só vai cada vez mais baixo. Quer desviar atenção, aprovação das pessoas, isso é doença. Eu só peço a Deus que ele lembre que existe a Mel em meio a tudo isso”, completou.

Logo em seguida, Holanda também escreveu uma declaração para a filha, compartilhando um vídeo em que Mel aparecia brincando ao fundo.

“O seu futuro já foi escrito por Aquele que não dorme. A sua vida é o propósito de Deus na minha. Nem o que falam, nem o que acham. Ninguém sabe, nem sentiu. Só nós duas, sempre nós duas. Desde a minha barriga. Eu sempre soube que desde o início e até o fim será nos duas. Nós somos boas demais para quem não sabe o que é o amor. Sou forte por você. Ah, se você soubesse o que já fizeram com a gente…Mas Deus sabe de tudo, tudo Ele viu.”, completou.

ENTENDA O CASO

No iníco de julho, viralizou na web a situação de violência que Pamella Holanda sofreu do ex-marido, DJ Ivis. A estudante de arquitetura chegou a postar imagens e fotos de diversos momentos em que foi vítima de violência doméstica.

Pamella contou que ela e Ivis se conheceram pelo Instagram em 2018 e começaram a namorar em 2019. Em fevereiro de 2020, ela descobriu que esperava o primeiro filho com ele e eles passaram a morar juntos. 

Segundo Pamella, as agressões começaram na gestação. 

“A primeira vez que ele me agrediu foi quando eu estava grávida de cinco meses, ele me pegou pelo pescoço, veio me arrastando pelo corredor que tinha no apartamento até o sofá. Ele me jogou no sofá. Na cabeça dele, era como se eu fosse um problema, um fardo. Não podia chegar para ele e falar, ‘estou sentindo isso’. Estava em uma situação de não ter suporte dentro de casa. Ele vivia na linha tênue de explodir. A qualquer momento ele explodia”, relembrou. 

Pamella afirmou que foi agredida fisicamente e verbalmente muitas outras vezes e que o DJ a privava inclusive de acesso financeiro e até telefônico.

A agressão mais recente ocorreu no dia 2 de julho. Na ocasião, Pamella disse ter sido ameaçada com uma faca pelo DJ. Ele foi levado para a polícia após o flagrante. No dia anterior, ela recebeu chutes e socos.

Veja+: Pamella Holanda revela identidade da mulher em vídeos em que aparece sendo agredida pelo DJ Ivis

Veja+: Defesa de Pamella diz que áudios foram ‘armação’ para tentar beneficiar DJ Ivis