Novelas às 06:00

‘Um Lugar ao Sol’: conheça a trama principal da nova novela das 21h

Christofer e Christian, personagens de 'Um Lugar ao Sol'
Foto: TV Globo
especial novela um lugar ao sol
TRAMA
PERSONAGENS
UM LUGAR AO SOL
FIGURINOS
especial novela um lugar ao sol (5)
CENOGRAFIA
DIREÇÃO
A AUTORA

Depoimentos de jovens que, ao completarem a maioridade, tiveram de deixar o abrigo para menores onde foram criados, exibidos no documentário ‘Meus 18 Anos”, da GloboNews, foram o fio condutor para que Lícia Manzo começasse a tecer o novelo central de “Um Lugar ao Sol”, novela que estreioa na Globo na faixa das 21h nesta segunda-feira, 08 de novembro.

“Ao perceber na maioria daqueles jovens a esperança preservada de estudar e ter um futuro, uma pergunta me veio de imediato: no Brasil de hoje, com apenas 14% dos adultos com curso superior, cerca de 13 milhões de desempregados, e um quarto da população vivendo em situação de pobreza – serão seus sonhos realizáveis?”, refletiu Lícia.

Assim nasceu a história dos gêmeos Christian e Christofer, separados na primeira infância. Enquanto Christian cresce em um abrigo em Goiânia, Christofer é adotado por uma família abastada do Rio de Janeiro, passando a se chamar Renato.

No início da trama, aos 18 anos, Christian acaba de deixar o abrigo para menores onde foi criado e se vê sozinho no mundo. Subempregado e sem perspectivas, viverá um dilema ético e moral quando a vida lhe apresentar a seguinte equação: livrar-se do que o oprime tomando para si o lugar e a identidade de outra pessoa.

Além da trajetória dos irmãos precocemente separados, “Um Lugar ao Sol” aborda temas contemporâneos diversos, destacando as relações humanas em torno deles – uma marca de Lícia Manzo. Entre os assuntos abordados na trama estão gordofobia, preconceito social e racial, abuso emocional, os dilemas da mulher moderna após os 50 anos, gravidez na adolescência, liderança feminina, entre outros.

Veja +: Eduardo Moscovis volta à ativa em ‘Um Lugar ao Sol’

A SEPARAÇÃO

Christian e Christofer perdem a mãe no parto. O pai, desempregado, não têm condição de criar os meninos; um deles com saúde frágil. Uma vizinha informa ao pai dos gêmeos que está na cidade um casal endinheirado, do Rio de Janeiro, em busca de uma criança para adoção.

Na tarde seguinte, um carro desponta na estrada. Em frente ao casebre, Elenice (Lorena Comparato/ Ana Beatriz Nogueira) desembarca acompanhada do marido, José Renato (Rafael Primot/Genezio de Barros). Diante do berço, prática, decide adotar apenas o menino que goza de boa saúde. ‘A criança é pequena demais para se lembrar de qualquer coisa’, responde ao marido quando questionada se não seria errado separar os irmãos.

Veja +: Cauã Reymond mostra bastidores de ‘Um Lugar ao Sol’

MAIORIDADE

18 anos se passam e os irmãos completam a maioridade. Enquanto Renato (Cauã Reymond) acaba de ganhar da mãe, Elenice (Ana Beatriz Nogueira), o primeiro apartamento, Christian (Cauã Reymond) deve, por lei, deixar o lugar que acostumou-se a chamar de lar. Christian sai do orfanato prometendo a Ravi (10 anos mais novo, seu irmão de coração), que voltará para buscá-lo quando o menino completar a maioridade.

Sozinho no mundo e precisando dar conta do próprio sustento, Christian emprega-se como caixa num pequeno mercado. Tenta em vão estudar nas parcas horas vagas, enquanto vê seu sonho de cursar uma faculdade ficando cada vez mais para trás…

Renato, por sua vez, não demonstra interesse pelos estudos – tampouco pelo trabalho – já que sempre teve tudo sem esforço. Seus pais, José Renato (Genezio de Barros) e Elenice, nunca estiveram de acordo sobre a forma de educá-lo. Ao contrário da esposa, José Renato acredita que não deveriam ter omitido do filho a verdade sobre sua origem.

Veja também:
‘Um Lugar ao Sol’: novela marca a estreia de Lícia Manzo no horário nobre
‘Um Lugar ao Sol’: Realismo na cenografia e na produção de arte
Confira os resumos dos primeiros capítulos de “Um Lugar ao Sol”
Após 20 anos longe, Maurício Farias reassume a direção artística em ‘Um Lugar ao Sol’
Conheça os personagens de ‘Um Lugar ao Sol’
‘Um Lugar ao Sol’: figurino e caracterização refletem personalidade dos personagens

VERDADE NUA E CRUA

Inteligente e esforçado, Christian é reprovado no vestibular. Sem perspectivas na vida, volta ao orfanato em busca do nome de seu pa. Com o endereço de Ernani (Márcio Vito) nas mãos, o jovem segue em busca do pai, que o rechaça. Antes, porém, Ernani quer saber: qual dos filhos está diante dele? Christian ou Christofer?

De volta ao abrigo, inquirindo uma antiga funcionária, Christian confirma a existência do irmão gêmeo, adotado por um casal do Rio de Janeiro. No alojamento onde está hospedado, busca o recorte amarelado de uma página de revista, guardado numa caixa de sapatos. Na foto, uma espécie de versão bem-sucedida de si mesmo: instalado na tribuna de honra do estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, vestindo camisa do Botafogo. A fotografia que Christian guardara, então, achando curioso que existisse no mundo alguém tão parecido com ele, súbito se converte em sua única pista…  

Ao mesmo tempo, no Rio de Janeiro, o pai de Renato sofre um infarto, e, antes de morrer, revela ao filho que o adotara. Inconformado, Renato confronta Elenice que mente dizendo que seu pai biológico e seu irmão gêmeo, Christian, estão mortos.

DESENCONTRO, PASSAGEM DE TEMPO E UM AMOR

Com o recorte de revista nas mãos, Christian parte para o Rio de Janeiro, em busca do irmão. Renato, por sua vez, tomado pela revolta de descobrir que fora adotado, deixa o Brasil sem passagem de volta.

10 anos depois, um ônibus interestadual estaciona na plataforma e um rapaz desembarca: é Ravi (Juan Paiva), agora aos 18 anos. Christian (Cauã Reymond) vai ao seu encontro e os dois se abraçam, emocionados. Trabalhando como manobrista, Chris instala Ravi na comunidade onde mora e consegue um emprego para o amigo como faxineiro de um restaurante.

Trabalhando no restaurante, Ravi conhece Lara (Andréia Horta), cozinheira, encantando-se por ela. Ao ser convidado para o aniversário da colega, Ravi convence Christian a acompanhá-lo. Christian conhece Lara e os dois acabam se apaixonando. Ravi reage magoado a princípio, mas, com a autoestima baixa, avalia que Christian, inteligente, instruído, tem mais chances com a moça.

Um tempo se passa e Ravi conhece Joy (Lara Tremouroux), pichadora de rua. Joy acaba engravidando e Ravi, bom coração, insiste para que tenham o filho. Francisco nasce, então, assim como os conflitos entre o jovem casal: Joy não está disposta a renunciar à própria adolescência e Ravi, cada vez mais, se verá sozinho com a criança.

Meses se passam e Christian (Cauã Reymond), por influência de Lara (Andréia Horta), volta a cogitar os estudos. Apaixonado pela moça e reconciliado com a própria vida, livra-se da obsessão que o consumia: conhecer o irmão e a vida que poderia ter sido sua.

Christian (Cauã Reymond) e Ravi (Juan Paiva) são melhores amigos – Foto: TV Globo

FRENTE A FRENTE

Decidido a seguir sua vida, Christian (Cauã Reymond) se vê diante de Renato (Cauã Reymond), que está de volta ao Brasil. Os dois passam uma madrugada juntos, e, numa peça pregada pelo destino, Renato, sozinho e embriagado, sobe o morro para saldar uma dívida do irmão com os traficantes (Íntegro e correto, Christian terminara aceitando fazer um único ‘carreto’ para pagar a fiança de Ravi, preso injustamente).

Tomado pelos traficantes como Christian, Renato é morto. E Christian acabará, então, assumindo sua identidade.