Polêmica às 07:33

Política, sim! Veja famosos que não deixam de se posicionar

leandra leal posando para a foto fazendo sinal de paz com uma das mãos

Reprodução/Instagram

Na última semana, Samantha Schmütz balançou o mundinho dos famosos. Desde a morte de Paulo Gustavo, ela passou a ser mais dura nas críticas ao Governo Federal, bem como às pessoas que não respeitam a pandemia. Mas ela acabou cutucando feridas da classe trabalhadora a qual pertence também. E assim, a Jéssica do “Vai Que Cola” acabou expondo a ideologia de muitas estrelas, incluindo Juliana Paes, ao que tudo indica.

Entretanto, mesmo com a movimentação que o vídeo de pouco mais de cinco minutos de Juliana causou, os posicionamentos políticos das estrelas não são mistérios. Luciano Huck, por exemplo, apoiou Aécio Neves nas eleições presidenciais de 2014. José de Abreu é abertamente de esquerda. Letícia Colin protestou contra Jair Bolsonaro no período eleitoral de 2018.

E a lista continua. Contudo, há aqueles que estão em constante manifestação e/ou causaram surpresa pelo lado escolhido. Há ainda os que pularam o muro. Dessa forma, separamos aqui uma lista com nomes populares no estrelato que são claros em seus posicionamentos!

Ana Maria Braga

A querida apresentador do “Mais Você“, somente neste ano, já cutucou o atual Presidente diversas vezes. Alfinetada ao vivo, revolta pela demora na imunização nacional, colar em protesto ao aumento dos preços dos alimentos. Ana Maria Braga não para e a última crítica foi contra o País sediar a Copa América.

Vale lembrar que em 2013, ela usou um mesmo colar de tomates para cutucar o governo Dilma Rousseff pelo valor nas alturas do alimento.

Humberto Carrão e Chandelly Braz

Um casal que luta junto, permanece junto! Abertamente de esquerda, a dupla já participou de protestos nas ruas inúmeras vezes. Além disso, as redes sociais de ambos são palcos de muitas publicações a favor de causas que acreditam e protestos.

Regina Duarte

A veterana da teledramaturgia brasileira pegou muitas pessoas de surpresa ao demonstrar apreço pelos pensamentos, ideais de Jair Bolsonaro. Eleitora do atual Presidente e defensora, a atriz fez até parte da lista de funcionário do Planalto. Porém, ela deixou o posto de secretária especial da Cultura 20 dias após assumir o cargo.

Ao passo que a pandemia evoluiu no Brasil, Regina chegou a questionar a eficácia das vacinas. Todavia, em março deste ano, ela decidiu ser imunizada.

Patrícia Pillar

No vídeo de Juliana Paes, Patrícia Pillar marcou presença nos comentários e ela foi bem sucinta: “Só uma pergunta: que delírios comunistas?”, rebatendo uma fala da colega de profissão. As redes sociais da artista também são palcos para suas ideologias misturadas com a lembranças e momentos dignos de serem divididos com os seguidores.

Leandra Leal

Recentemente, um vídeo de Leandra Leal mostrando a eficácia de se usar máscaras viralizou na internet. Depois desse, ela produziu outros conteúdos relacionados aos cuidados na pandemia que também fizeram sucesso. Sem hesitar, ela gosta de lutar por aquilo que acredita e não concorda.

Taís Araujo e Lázaro Ramos

Mais um casal que luta junto! Tanto Taís quanto Lázaro são presentes no movimento negro, que busca batalhar pelo povo preto em todos as esferas. Mas é claro que os pombinhos não deixam de ado outros assuntos políticos como o atual governo brasileiros e a crise sanitária ocasionada pela Covid-19.

Susana Vieira

Em 2016, Susana Vieira esteve ao lado de outros famosos em um ato de apoio ao então juiz federal Sérgio Moro. Ele era responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância. A manifestação ocrreu em frente à Justiça Federal de Curitiba.

Moro ficou famoso, na época, por também comandar os julgamentos dos processos contra o ex-presidente Lula. Como já havia uma movimentação expressiva contrária ao político do PT, a popularidade do juiz só cresceu. Como resultado, ele passou pelo governo Bolsonaro como Ministro da Justiça e Segurança Pública.

IZA

Há dois anos, IZA lançou o videoclipe para “Dona de Mim”, faixa título de seu primeiro álbum de estúdio. A gravação tem uma pegada política e social. A ideia é pregar o empoderamento feminino a partir das histórias de mulheres batalhadoras. Ela ainda tinha aderido ao movimento #EleNão, contra Jair Bolsonaro.

Em suas redes sociais a cantora não deixa de ceder espaço para as lutas negras, assim como Taís Araujo e Lázaro Ramos.

Anitta

Nas eleições de 2018, Anitta foi duramente criticada por não mostrar um posicionamento concreto. Tano é que foi acusada de ser “bolsonarista”. Mas o tempo passou e ela interessou-se mais por política. Agora, a carioca milita e é abertamente contra a administração de Bolsonaro.

Thiago Lacerda

O ator, que já escreveu que o PT é uma “quadrilha” e foi até o Congresso para prestar apoio à Lava Jato, aderiu ao #LulaLivre em 2019. Atualmente, o Instagram do astro é uma rede extremamente política cujas postagens são majoritariamente críticas ao atual Presidente.

Ícaro Silva

Lembra do vídeo da Juliana Paes? Pois é, Ícaro também apareceu nos comentários. O galã chamou a atenção pelo tom didático e passivo na crítica ao discurso da amiga. Do mesmo modo, ele usa sua plataforma com o intuito de dar visibilidade aos movimentos ambientais, sociais, raciais, de gênero.

Marcelo Serrado

Por fim, outro integrante do time dos arrependidos é Marcelo Serrado. Ele foi pró-impeachment de Dilma Rousseff, participou do protesto pró-Sérgio Moro com Susana Vieira e mais celebridades. Contudo, nas eleições de 2018, disse que votaria em Marina Silva no primeiro turno e em Fernando Haddad no segundo. Reviravoltas, né?!