Cinema e Série às 09:00

Alec Baldwin e produtores de Rust são processados por supervisora de roteiro

Alec Baldwin com a mão no rosto

Foto: Reprodução/Instagram/@alecbaldwininsta

As coisas podem complicar para Alec Baldwin e a produção do filme “Rust”, após a morte da cinegrafista Halyna Hutchins, agora que a supervisora de roteiro, Mamie Mitchell abriu um processo contra o ator e os produtores do filme.

Mamie – que foi quem fez a ligação emocional para o serviço de emergência dos Estados Unidos, 911 no dia da tragédia – contratou a famosa advogada Gloria Allred para cuidar de seu caso, e nos documentos entregues à corte, Mitchell está acusando Baldwin e seus colegas produtores de serem responsáveis pelas condições perigosas no set, além de ‘agressão, imposição intencional de sofrimento emocional e inposição deliberada de dano’:

“Os eventos que levaram ao Sr. Baldwin a disparar uma arma carregada não constituem simples negligência”, disse a advogada de Mitchell, Gloria Allred, a repórteres em Los Angeles. “Em vez disso, em nossa opinião, o Sr. Baldwin escolheu jogar roleta russa quando disparou uma arma sem verificar [se estava ou não carregada] e sem que a armeira o fizesse em sua presença. O comportamento dele e dos produtores de ‘Rust’ foi imprudente.”, alega a representante de Mamie.

Veja+: Diretor de Round 6 fala de segurança no set após tragédia de Baldwin

Mamie Mitchell está reivindicando uma indenização pelo tiroteio fatal no Novo México.

“Sr. Baldwin, e os veteranos da indústria sabiam que a arma em questão nunca deveria ter sido dada a ele pelo diretor assistente. E então ele não podia confiar em qualquer declaração do diretor assistente sobre se a arma era ou não segura para uso”, disse Allred, explicando que a norma em Hollywood é que o armeiro entrega a arma para o ator e somente ele pode demonstrar que a arma é segura para ser manuseada.

“O Sr. Baldwin sabia que esta era a norma e que não foi seguida. E ele não verificou a arma por si mesmo.”

Veja+: Viúvo de Halyna Hutchins vai processar produtores

APOIO POLICIAL EM HOLLYWOOD

Depois de passar alguns dias de descanso longe dos holofotes, após a trágica morte da cinegrafista Halyna Hutchins no set de seu novo filme “Rust”, Alec Baldwin voltou para sua casa em Nova York, quase três semanas depois do acidente.

O ator foi visto na cidade no último domingo, 7 de novembro, depois de ficar em Vermont com sua família.

Baldwin, de 63 anos, saiu para jantar com sua esposa Hilaria em um restaurante de Greenwich Village, e segundo testemunhas ele ainda aparentava semblante triste e preocupado, segundo a Fox News.

No dia 9 de novembro, Alec e Hilaria também foram vistos circulando por Manhattan. Os dois desfrutaram de um dia de spa e foram fotografados saindo de uma manicure em West Village, com um de seus filhos.

Veja+: Alec Baldwin é processado, acusado de negligência

Nas fotos obtidas pelo jornal inglês Daily Mail, Alec usava um conjunto todo preto com uma máscara azul e óculos de sol, enquanto empurrava o carrinho de bebê de seu filho.

O casal parou em uma cafeteria para comprar algumas bebidas e foram vistos conversando com outro casal que também empurrava um carrinho de bebê na cafeteria.

Uma fonte comentou que Hilaria está dando total apoio emocional ao marido: “Alec está arrasado, passa noites em claro. A tragédia não sai da sua cabeça”, revelam.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS

A Fazenda: 13: rico Melquiades é novamente o fazendeiro
Megan Markle relembra perrengues da carreira de atriz
Mara Maravilha convoca veganos em nova crítica a Xuxa Meneghel
A Fazenda 13: Valentina provoca Solange Gomes com discurso
Emoção! Murilo Huff fala sobre Léo, seu filho com Marília Mendonça