Covid-19 às 11:52

Shows e eventos são adiados por conta do avanço da variante Ômicron. Saiba quais!

Diogo nogueira, Anitta e Xamã

Foto: Reprodução/ Instagram @diogonoguera_oficial @anitta @euxama

“Um evento cancelado é melhor do que uma vida cancelada. Todos nós estamos fartos desta pandemia. Todos nós queremos passar tempo com amigos e familiares. Todos nós queremos voltar ao normal”. As palavras que poderiam ter sido ditas tranquilamente por você que lê essas linhas e tem a consciência da gravidade que a nova fase da pandemia passa, foram ditas por Tedros Adhanom, diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) em entrevista coletiva no final do último mês de dezembro. Ele se referia às comemorações de final de ano. E são justamente os efeitos delas que estamos, agora, presenciando, com a alta da média móvel de casos de Covid-19, principalmente por conta da variante ômicron.

Como previsto, o avanço da variante Ômicron mexeu com a programação de grandes eventos no início deste ano no país. O Globo de Ouro, por exemplo, realizado no último final de semana, foi virtual, pela primeira vez. O esperado festival de música Universo Spanta, na Marina da Glória, na Zona Sul do Rio de Janeiro, foi adiado e não teve datas remarcadas.

Já o Chaaama Festival, que estava marcado para o último final de semana em Florianópolis (SC) foi adiado para fevereiro motivado pelo aumento de casos de Covid-19. O evento teria atrações como BaianaSystem e Francisco El Hombre. Da mesma maneira, Lulu Santos, Duda Beat, Diogo Nogueira, Anitta, Xamã, Munhoz e Mariano, Simone e Simaria, Israel e Rodolffo, e muitos outros, comunicaram que as agendas estão canceladas no momento.

“Informamos que devido ao aumento dos casos de Covid-19 e Influenza no Rio de Janeiro, a organização decidiu adiar”, disse em comunicado emitido sobre o evento com Anitta, que teria sido realizado no último dia 09 de janeiro.

Veja+: William Bonner e Renata Vasconcellos são afastados do Jornal Nacional

Já as apresentações de Marina Sena, em São Paulo; Djonga, no Rio de Janeiro; Eduardo Costa, em Paranavaí (PR); Nando Reis, Fagner e Silva, no Ceará, foram suspensas devido as preocupações com o cenário epidemiológico.

Evento de massa, o Carnaval de rua no Rio de Janeiro e em São Paulo estão cancelados. Vale destacar que a maioria dos adiamentos ocorre porque os próprios artistas testaram positivo para Covid-19, mas também existem casos de precaução, como na folia de rua. Contudo os desfiles tanto na Passarela do Samba, no Rio, quanto no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, estão mantidos.

O QUE DIZ A OMS

Adhanom alertou que já há evidências de que a variante Ômicron está se espalhando mais rápido do que a Delta. Além disso, causa infecções em pessoas já vacinadas e que se recuperaram da Covid-19. O diretor-geral da OMS ainda projetou que a pandemia poderia acabar em 2022 caso 70% da população de todos os países do mundo fosse vacinada até meados do próximo ano.

Especialistas apontam que o melhor seria o cancelamento total de grandes espetáculos e festejos como os de carnaval. Diante do que já se verificou em países do Hemisfério Norte, onde a variante se espalhou em grandes proporções, o momento é de retroceder.

Vale ressaltar que o uso das máscaras é imprescindível. As mais eficazes e indicadas são as do tipo N95 ou PFF2. Quem não tiver condição de comprá-las, deve combinar o uso das de tecido com as cirúrgicas.

Além do uso correto das máscaras, a vacinação é a única alternativa para minimizar o caos sanitário que estamos vivendo”, diz a OMS .

Veja +: Morre modelo de 18 anos, filha de apresentadora, em decorrência da Covid-19

QUANDO VOLTA AO NORMAL?

De acordo com a OMS, todo o cuidado é pouco. Mesmo os eventos que começarão apenas em março, por exemplo, requerem cuidados e planejamento especiais. O produtor do Tim Music Verão, Rafaello Ramundo, previsto para os dias 12 e 13 e 19 e 20 de março, na Praia de Ipanema, na Zona sul do Rio de Janeiro, disse que o trabalho da equipe é sempre antecipado e que o cenário atual vem sendo acompanhado. Ele adiantou que está sendo trabalhada inclusive a possibilidade de datas mais para a frente, caso seja necessário adiar as apresentações. Segundo o produtor, o evento inclui extensa lista de artistas e equipes e há risco de as pessoas estarem contaminadas quando o evento ocorrer.

Outro evento com presença de público produzido por Ramundo é o Festival Invasão Cultural, com apresentações musicais que antecedem os jogos do basquete do Flamengo, no Maracanãzinho, na Zona Norte do Rio de Janeiro. A opção foi reduzir o número de pessoas no local com a exigência de protocolos sanitários e a transmissão dos shows pela internet.

Veja +: Theo Becker ironiza a vacina e leva invertida de Fábio Porchat

CONFIRA ALGUNS FAMOSOS QUE ESTÃO COM A COVID-19

Equipe de Lulu Santos

Lulu Santos engrossou o time de artistas que adiaram os shows já agendados, por conta da pandemia. O artista fez um comunicado em vídeo, adiando apresentações que faria em janeiro e fevereiro em Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador, pois, neste momento, acontece um aumento de casos da covid-19. Por precaução, Lulu Santos fez um post sobre o assunto.

“Salve pessoal! Como todo mundo que nos segue sabe, a gente tá pronto e engatilhado pra cair na estrada com o show e encontrar vocês. Inclusive já começamos dia 28 de dezembro em Punta del Este, no Uruguai e no dia 31, um belíssimo Réveillon do Corcovado, no Rio de Janeiro. Foram dois shows com quatro voos para cada um de nós, o que resultou em 8 integrantes testarem positivo para a covid-19, o que nos fez canmcelar a apresentação seguinte que seria no dia 6 de janeiro. Mediante o recrudescimento vertiginoso das últimas duas semanas dos casos de infecção de Covid, e já com as emergências dos hospitais lotados com pessoas com problemas respiratórios, a gente acha pouco sensato, na verdade, irresponsável , convidá-los para estarem num ambiente fechado, aglomerados onde todos, na melhor das hipóteses, cantam, dançam, batem palma, suam, e potencialmente infectam ou são infectados”, disse o artista.

Lucas Lucco, a mulher e o filho

Depois de Lucas Lucco confirmar que testou positivo para a Covid-19 no último sábado, 08 de janeiro, a esposa e filho do cantor foram diagnosticados com a doença. No domingo, 09 de janeiro, eles contaram que o pequeno Luca, de apenas nove meses, é o que mais está sentindo a doença. O músico está com diversos sintomas. 

“Luca e Lorena testaram positivo para Covid também”, contou ele, que publicou alguns registros do isolamento com o menino.

Lorena Carvalho também falou sobre sua saúde em seu perfil e destacou o estado de saúde do filho: “Eu tinha falado para vocês que eu ia fazer um teste por via das dúvidas, como o Lucas estava com Covid. Fiz ontem e saiu o resultado hoje. Eu e o Luca testamos positivo para a Covid. Estamos os três aqui isolados”, disse a mulher de Lucas Lucco.

“Graças a Deus estou sem nenhum sintoma, mas o Luca sentiu bastante. Ele já estava com a garganta ruim e agora ele entrou com quadro viral de gripe. Está com nariz escorrendo, tossindo muito, espirrando, falta de apetite, dificuldade para dormir”, disse a dançarina.

Lorena Carvalho ainda acrescentou que por conta dos sintomas do herdeiro, ela e o marido tiveram uma das noites mais difíceis: “Tivemos uma noite muito difícil! Luca nunca tinha ficado doente. Me parte o coração ver ele assim”, finalizou. 

Jojo Todynho

Em conversa com os fãs nas redes sociais, Jojo Todynho contou que testou positivo para a Covid-19. “Em respeito aos meu fãs e aos meus familiares, meus contratantes, eu vim aqui me pronunciar, porque eu já vinha gripada já logo após o Réveillon, mas não imaginava. Achei que era por conta da minha bronquite ou por causa da minha enxaqueca”, explicou ela.

Em seguida, a artista contou que continua se cuidando bastante. “Nunca passou na minha mente que eu teria positivado. Ontem estive no médico, até postei que eu ia me ausentar um pouco, eu estava com muita dor de cabeça. Hoje que consegui ligar a luz. Achei que era enxaqueca atacada. Positivei, mas estou me cuidando direito e estou com acompanhamento médico. Vai dar tudo certo, Deus está no controle”.

Jota Quest

No perfil oficial da banda no Instagram, foi divulgado um comunicado afirmando que os integrantes do Jota Quest testaram positivo e por isso alguns shows foram cancelados.

“Comunicamos que integrantes da banda e equipe testaram positivo para a COVID-19. Em virtude disso, informamos que os shows que aconteceriam neste fim de semana, nos dias 07 e 08 de janeiro, em Praia Grande-SP e Angra dos Reis-RJ, serão adiados, e as novas datas divulgadas em breve. Os integrantes estão com sintomas leves e cumprirão com o isolamento necessário”, dizia o texto.

Duda Beat

Duda Beat também testou positivo para a doença e contou que está apenas com sintomas leves. A cantora cancelou um show por conta da situação. “Passando aqui para dar uma notícia triste para vocês. Infelizmente testei positivo para Covid-19 e por isso não farei o show que estava marcado no Rio de Janeiro no dia 7”, contou ela na rede social.

“Estou com sintomas leves, não estou com os piores sintomas graças à vacina. Se vacinem! Se você está com alguma dúvida ou não, faça o teste para não contaminar outras pessoas. Fiquei doente, estou doente, mas vou melhorar”, finalizou.

Gloria Groove

Por meio de uma sequência de vídeos nas redes sociais, Gloria Groove comentou sobre o seu diagnóstico de Covid-19. “Passando para tranquilizar vocês porque, como alguns de vocês já sabem, eu testei positivo para Covid-19 na última segunda-feira. Tenho alguns sintomas, mas que são amenizados e controlados com medicamentos, isso atribuo ao fato de estar vacinado”, disse ela. 

A artista também aproveitou para mandar um recado e conscientizar os seguidores após o aumento dos casos da doença: “Se você está voltando da viagem de fim de ano, da praia, do sítio, da cachoeira, se teste, é muito importante para você se cuidar e cuidar de quem está do seu lado. A gente está vivendo uma epidemia dentro de uma pandemia, não se sabe se é gripe, covid, ressaca. Mas, na dúvida, vamos nos testar e ficar seguro com essa informação”, concluiu.

BRASIL TEM 34 MIL NOVOS CASOS DE COVID-19 EM 24 HORAS

O Brasil registrou na segunda-feira, 10 de janeiro, 34.215 novos casos conhecidos de Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 22.556.525 diagnósticos confirmados desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi a 36.227 – a maior registrada desde 29 de julho do ano passado (quando estava em 44.974). Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +617%, indicando tendência de alta nos casos da doença.

Em seu pior momento, a curva da média móvel nacional chegou à marca de 77.295 novos casos diários, no dia 23 de junho de 2021. Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Veja+: Saiba os efeitos do Coronavírus no mundo dos famosos

PRINCIPAIS NOTÍCIAS
Dennis DJ aparece peladão e enlouquece a web
Numerologia explica estilo dos três apresentadores do ‘BBB’
William Bonner e Renata Vasconcellos são afastados do ‘Jornal Nacional’

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!