Notícias às 16:02

De piloto de F-1 a chofer… Nélson Piquet vira motorista de Bolsonaro

Foto: Reprodução/ Twitter @P_Santos

Tricampeão de F-1, Nelson Piquet fez as vezes de motorista particular neste feriado de 07 de setembro, em Brasília. Apoiador de longa data do chefe do Executivo brasileiro, ele dirigiu o Rolls-Royce que levou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para o hasteamento da bandeira no Palácio da Alvorada. A primeira-dama Michelle Bolsonaro e oito crianças – essa quantidade mesmo – também estavam no automóvel presidencial.

O Rolls-Royce Silver Wraith de 1952 mantido pelo Ministério da Defesa, é usado em ocasiões especiais, como posses ou desfiles abertos. 

Apoiador e figura próxima do presidente, Nélson Piquet já participou de reuniões e comitivas em que Bolsonaro também estava presente.

Ao entrar no veículo, Jair Bolsonaro brincou com o ex-piloto e disse para um militar próximo fazer um “inquérito para o ‘motorista fake news’”. Piquet riu e respondeu que a “carteira está vencida”.

Veja +: Daniela Mercury clama por paz e democracia

DE PILOTO DE SUCESSO A SÍMBOLO BOLSONARISTA

O nome de Nelson Piquet chegou aos primeiros lugares de assuntos mais comentados no Twitter ao se transformar em chofer do presidente a república e dizer, que estava ‘cagando para o que pensam dele’. A frase foi dita durante entrevista no programa “Sem Censura”, exibido na estatal TV Brasil.

Nelson Piquet volta e meia se lamenta sempre que é diminuído em detrimento dos outros dois grandes campeões da Fórmula 1: Nelson Fittipaldi e Ayrton Senna.

Piquet frequenta a casa do presidente, já participou de motociata junto e ele e já o acompanhou em inaugurações de obras. Recentemente, ele participou da inauguração de uma ponte em Rondônia e é cada vez mais endeusado pelos seguidores do mandatário brasileiro, atuando como uma espécie de símbolo para a trupe governista.

Veja +: Confira os filmes e novelas que falam da ditadura militar e a luta por liberdade

Internautas, claro, não deixaram de fazer piadas com a “nova função” do ex-piloto. Veja algumas reações:

FAMOSOS SE POSICIONAM SOBRE O GOVERNO

Desde as primeiras horas desta terça-feira, 07 de setembro, famosos começaram a se posicionar nas redes sociais sobre as manifestações pró e contra o governo de Jair Bolsonaro (sem partido), marcadas em cerca de 160 cidades, nesta data em que se comemora a Independência do Brasil.

Enquanto os apoiadores defenderam pautas antidemocráticas e convocaram as pessoas para os atos, os opositores criticaram em especial os atos em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, que pedem, entre outras coisas, o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF) e a intervenção militar. Uma incoerência à data, que retrata a liberdade do país.

Radicalmente contra o presidente da república e seus posicionamentos, Samantha Schumtz contestou a ideia de liberdade.

“Fora Bolsonaro, bolsominions e seu bolsonarismo”, escreveu. “Como pode pedir liberdade e intervenção militar na mesma passeata?”, questionou.

Sempre se posicionando a web, a atriz Ingrid Guimarães mostrou sua indignação:

“Nunca pensei que dia 7 de setembro pudesse ser um dia que gerasse medo. Onde chegamos”, escreveu.

Ingrid ainda respondeu a uma internauta que questionou se ela estava “em choque” devido aos atos pró-Bolsonaro: “Choque é chegar a quase 600 mil mortos, o resto vai passar”, disse.

Veja +: Confira os filmes e novelas que falam da ditadura militar e a luta por liberdadeh

Lázaro Ramos, que por vezes bate de frente com falas do presidente, como no início do ano quando Jair Bolsonaro disse ao apresentador José Luiz Datena, no programa Brasil Urgente, da Band, que o então ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, estava produzindo uma vacina para o combate da Covid-19. O presidente, contudo não soube dar detalhes sobre o processo.

Neste 7 de setembro o artista não citou o político diretamente, mas publicou um vídeo dizendo que a data é importante para celebrar a democracia.

Apoiador de Bolsonaro, o lateral direito do São Paulo Futebol Clube, Daniel Alves, citou o slogan do presidente e cobrou independência para o Brasil. O jogador publicou uma foto com a bandeira do Brasil cobrindo seu rosto e escreveu um texto sobre o desejo de que as pessoas fossem independentes.

“Brasil acima de tudo, Deus acima de todos! Dia da nossa independência e desejo-lhes que vocês peguem esse dia para se independizar também. Se independizar das opressões, das manipulações de opiniões e das influências egocêntricas. Ser livre é poder sonhar, ser livre é poder realizar, ser livre é saber que tudo vai passar e somente os legados vão ficar! (Viva a independência do Brasil e dos brasileiros)”, escreveu o atleta.

Sensualíssima, em Brasília, Renata Frissom, a Mulher Melão, fez seu protesto.

“Tenho família lá e pensei: já estou aqui e vou fazer um ensaio-protesto. O que me motivou foi tudo o que está acontecendo no nosso país. É tanta coisa ruim, mortes, pobreza, uma falta de rumo… Acho mais digno viver tirando a roupa no meu Only Fans, por exemplo, do que viver como político, que engana o povo”, disse ela, em entrevista ao Extra.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS

João Dória vai processar Sikêra Jr. e Patrícia Abravanel por causa de falas homofóbicas

Nicki Minaj supera a marca de 4 milhões de curtidas ao posar com Rihanna

Cantora mexicana Yuri relata sequela rara da Covid-19

Entenda o que está acontecendo entre Jade Picon, Neymar e João Guilherme

Rico! Thiaguinho tem faturamento anual de R$ 2 bilhões, diz revista