COVID-19 às 11:40

Marcelo Serrado testa positivo para Covid após terceira dose

Marcelo Serrado testa positivo para Covid após terceira dose
Marcelo Serrado testa positivo para Covid após terceira dose. Foto: Reprodução/Instagram @marceloserrado1

Marcelo Serrado testou positivo para Covid-19 um pouco antes do Natal. O ator confirmou a informação nesta terça-feira, 28 de dezembro. Ele já está bem e o resultado de seu exame mais recente já é negativo para o coronavírus. Então, sem mais preocupações por enquanto. O curioso é que ele se infectou logo depois de tomar a terceira dose (de reforço) contra o infectante. No entanto, deixou claro que uma coisa não tem nada a ver com a outra.

No Instagram, o ator contou como tudo aconteceu e destacou que se infectou após ter contato com um membro da família que também estava infectado. Então, passou sete dias isolado. No Natal, ficou em um quartinho de sua casa. Ademais, lembrou que se não tivesse se vacinado, talvez seus sintomas tivessem sido ainda mais graves, uma vez que a imunização promovida pelo imunizante ajuda a criar resistência do corpo contra a doença.

“Aviso para vocês. Eu peguei Covid na semana passada. Tomei a terceira dose e no dia seguinte peguei Covid de alguém da família. Fiquei sete dias trancado em casa. No Natal fiquei trancado nesse quartinho. Se não fosse a vacina, não sei o que teria acontecido comigo, porque eu tive sintomas leves”, destacou.

Além disso, Serrado lembrou que já testou negativo e está bem, depois do isolamento e dos sintomas incômodos que a Covid-19 apresenta. Ele ainda pediu que o público se vacine, tome precauções e exaltou o trabalho feito pelo SUS para ampliar cada vez mais a cobertura vacinal em todo o país. O ator ainda lembrou que sentiu os sintomas mesmo tendo um estilo de vida saudável, portanto, pediu para que todos se cuidem.

“Tive vários sintomas durante a semana, mas hoje, acabou de sair o teste negativo, graças a Deus, depois de oito, nove dias. Então, vacinem-se, protejam-se, porque a vacina realmente me curou. Graças ao SUS e às vacinas, estou aqui para falar com vocês. Eu sou um cara que me cuido, cuido da minha alimentação, da minha cabeça. O fato é que as pessoas vão pegar”, destacou.

Assim como outros famosos, ressaltou a importância das vacinas para a baixa nos índices de internação, casos graves e mortes pela doença em todo o mundo. Ele pediu que as pessoas se vacinem e também desejou que, caso a doença infecte outras pessoas, que elas também sofram, no máximo, o que ele sentiu: sintomas leves. Algo que é esperado em qualquer tipo de vacinação contra a doença.

A sorte é que tem menos gente internada, menos gente nos hospitais e sucumbindo por causa das vacinas. Então, viva ao SUS, às vacinas. Eu estou muito grato por estar bem. Espero que se isso aconteça com vocês, seja como aconteceu comigo, uma coisa leve! Vacinem-se! Feliz Ano novo!”Marcelo Serrado sobre diagnóstico de Covid-19

Ele é mais um dos vários famosos que já se contaminaram mesmo depois do início da campanha de vacinação. Só nas últimas semanas, por exemplo, Nicolas Prattes e toda a equipe com a qual trabalha receberam teste positivo de Covid-19. Ademais, Paula Lavigne e Caetano Veloso também contraíram o vírus e, pela segunda vez desde o começo da pandemia, Gabriela Pugliesi também está com a doença.

NEGACIONISMO MATA

De fato, as vacinas ainda não impedem que alguém contraia a doença e sofra com alguns sintomas – e, em alguns casos, até passe por casos graves. Contudo, negar que ela seja eficaz é uma das maiores atrocidades que já ouvimos nos últimos meses. E as provas não param de aparecer. Deixar de tomar a vacina pode matar!

Foi exatamente isso o que aconteceu com o lutador belga de kickboxing Fred Sinistra. Aos 41 anos, ele morreu em razão de complicações da Covid-19 no dia 16 de dezembro, em sua casa. A notícia foi confirmada pela esposa dele, Cécile Sinistra, em sua rede social. O atleta negava a existência da doença.

“Obrigada todos, do fundo do meu coração. As palavras me faltam no momento, mas meu coração está em paz. Célia e Diego, nunca duvidem que seu papai te ama mais do que todo mundo, nunca se esqueçam dele também e, acima de tudo, ele sempre estará lá para vocês e para mim também”, disse Cécile, se referindo aos dois filhos que teve com Fred. De acordo com ela, o velório do lutador que aconteceu na última terça-feira, 21 de dezembro.

Segundo o site belga Sudinfo, o treinador de Sinistra, Osman Yigin, contou que ele não estava vacinado e se recusava a dizer o nome da Covid-19, apelidando-a de “pequeno vírus”. Por aqui, o presidente da República chegou a comparar a doença a uma gripezinha, qualquer semelhança é mera coincidência. O praticante de kickboxing foi internado no final de novembro, após um ultimato de Yigin, que ameaçou deixá-lo se não procurasse tratamento.

Já segundo a revista VICE, Fred Sinistra acreditava que a “pouca” idade e excelente condição física seriam suficientes para o proteger do coronavírus. Além disso, o lutador deixou o hospital, na primeira vez, por conta própria. Ele tentou se tratar em casa, somente com oxigênio, mas não resistiu às complicações causadas pela Covid.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS
Prima de Marília Mendonça, cujo pai também morreu no acidente, passa por cirurgia no coração
Felipe Netto termina namoro com Bruna Gomes: ‘Fui surpreendida’
Jojo Todynho desabafa após vizinho arranhar seu carrão de luxo

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!