Notícias às 18:00

Drama na realeza: Além de George, Charlotte, de seis anos, também é vítima de bullying

Kate Middleton e Príncipe William com os filhos George, Charlotte e Louis

Reprodução/Instagram

Recentemente, conforme o OFuxico noticiou, Príncipe George, de sete anos, filho de Príncipe William e Kate Middleton, foi alvo de ataques maldosos nas redes sociais. Os ataques se intensificaram após os Duques levarem o pequeno para assistir aos jogos da seleção inglesa na Eurocopa.

O menino chegou a ser chamado de “idiota” apenas por estar com camisa e gravata, como o pai. E esta não foi a primeira vez que George foi vítima de bullying.

Veja +: Relembre a inauguração da estátua de Lady Di

Em outro momento, Lara Spencer, apresentadora do programa “Good Morning America” riu, em rede nacional, do fato de George frequentar aulas de ballet. Após sofrer algumas críticas, Lara decidiu se desculpar.

“Eu ferrei tudo. Mesmo. O comentário que fiz sobre a dança foi insensível, estúpido e peço desculpas. Conversei com muitos membros da comunidade da dança nos últimos dias e escutei. Aprendi sobre a coragem que é preciso para um jovem garoto seguir a carreira na dança. Palavras machucam. Não foi minha intenção, mas foi insensível”, disse ela.

Veja +: Príncipe George tem aulas de violão

QUEBRA DE TRADIÇÃO

Kate e William estão tão chateados com a situação estão cogitando quebrar uma das principais tradições que seguem desde que o filho nasceu.

Além de George, os Duques também são pais de Charlotte, de seis anos, e Louis, de três. E sempre para comemorar o aniversário dos pequenos, Kate e William gostam de compartilhar uma foto dos herdeiros nas redes sociais, mas isso pode não ocorrer em 2021.

No próximo dia 22 de julho, George completa oito anos de vida e devido aos frequentes ataques nas redes sociais, Kate e William estão pensando em não divulgar nenhuma foto.

Veja +: Relembre como foi o aniversário da Princesa Charlotte

GEORGE NÃO FOI O ÚNICO

Charlotte também já foi alvo de bullying na escola. Apesar de parecer sempre bem confortável diante das câmeras, a realidade é bem diferente. A pequena recebeu o apelido de “Princesa Guerreira” na escola por ter fama de mal humorada.

Kate Middleton também sofreu muito quando estudou no internato Downe House. A biógrafa real Katie Nicolls deu uma entrevista para o Daily Mirron e detalhou a situação.

Veja +: Saiba como o Príncipe William contou aos filhos sobre a morte do avô

“Todas elas queriam ser a melhor, a mais bonita e mais saudável. A Kate sofreu desde o começo. E sendo ela mais magra e mais alta, ela chamava atenção pelos motivos errados. Ela era muito atacada por ser magrela e desajeitada. Havia muita competição e muita pressão. Todas eram muito cobradas e várias acabavam com desordens alimentares”, disse ela.

O bullying, inclusive, fez com que Kate mudasse de escola após o seu primeiro ano na Downe House.

Veja +: Saiba quem são as crianças presentes na estátua de Lady Di

Príncipe William pode abdicar do trono. Entenda!

Príncipe William se prepara para ser rei